61 3037.3435
Plantão: 061 9673.6492


   Notícias

Voltar ao índice / RSS
Governo impedido de comprar passagens aéreas Publicado em 05/01/2018

Órgãos do governo federal estão impedidos desde o dia 1º de utilizar um esquema irregular de compra de passagens aéreas diretamente às empresas de aviação, sem licitação, utilizando inclusive cartões corporativos. O esquema foi montado no governo Dilma, mas a medida provisória expirou no dia 31. O lobby das aéreas pressiona por nova MP mantendo seus privilégios, inclusive o de serem dispensadas da retenção na fonte de 7,05% de custo tributário da Receita Federal. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Na vigência da PM, as empresas aéreas deixaram de reter na fonte R$40,8 milhões, pedalando com dinheiro público a custo zero.

O objetivo era afastar as agências de viagem, contratadas por licitação (ao contrário das empresas áreas) e sem reduzir preços de passagens.

O esquema foi adotado após sucessivas reuniões a portas fechadas do Ministério do Planejamento com presidentes das companhias aéreas.

O Ministério do Planejamento combinou os termos da contratação com empresas a serem contratadas, proibido pela Lei das Licitações.



Df Turismo e Representacoes

Q Srtvs Qd 701 Cj L Bl 2 Slj 14/15/16 Edif Chateaubriand - Asa Sul

Cidade: Brasília - DF, CEP: 70340-906

Tel.: (61) 3962-5111 / (61) 9862-4660

E-mail: dfturismo@dfturismo.tur.br

Df Turismo e Representacoes Ltda - Me - 07.832.586/0001-08

Condições Gerais / Contratos

Direitos do Consumidor

Política de Privacidade

Desenvolvimento